Os setores de saúde e farmacêutico serão os mais afetados pelos efeitos adversos da inteligência artificial (IA) na próxima década, de acordo com um novo relatório do Swiss Re Institute. O estudo examina os riscos emergentes da IA em dez indústrias na próxima década, explorando a probabilidade e a gravidade de vários incidentes de perda relacionados à IA, devido a vieses de dados, ciberataques, riscos algorítmicos e de desempenho, entre outros.

Christoph Nabholz, Chief Research & Sustainability Officer da Swiss Re, afirma: “Embora os serviços de TI sejam atualmente os mais afetados pelos riscos da IA, como pioneiros nesta área, isto está prestes a mudar à medida que o uso da tecnologia se torna mais disseminado em todas as indústrias, como saúde e mobilidade. As seguradoras estão, portanto, começando a introduzir coberturas específicas para falhas de desempenho da IA – um dos maiores riscos para todas as indústrias.”
 ‍    
À medida que a indústria da saúde utiliza cada vez mais IA para otimizar funções como administração, monitoramento de pacientes, diagnóstico e desenvolvimento de medicamentos, os riscos também aumentam e as consequências podem ser graves ou até fatais. Algoritmos de IA falhos ou tendenciosos, por exemplo, podem resultar em diagnósticos incorretos, levando a doenças graves ou perda de vidas.

Outras indústrias com maior risco de sofrer os efeitos adversos da IA nos próximos oito a dez anos são ‘mobilidade e transporte’ e ‘energia e serviços’, que ocupam o segundo e terceiro lugares, respectivamente. O setor de mobilidade e transporte estará altamente exposto ao risco da IA, principalmente devido ao uso de condução conectada e automatizada por IA, o que apresenta desafios em ambientes urbanos altamente diversificados. A energia provavelmente será outro setor a utilizar IA extensivamente, especialmente à medida que a transição para emissões líquidas zero em andamento exige eletrificação e a criação de redes inteligentes.

Pravina Ladva, Chief Digital & Technology Officer da Swiss Re, explica: “Os benefícios da IA são significativos para uma ampla gama de indústrias, mas também existem riscos que podem levar a potenciais vulnerabilidades. Dado seu papel como amortecedor de choques, a indústria de resseguros/seguros tem um papel importante a desempenhar na abordagem dos riscos relacionados à IA e na construção da confiança digital necessária para aproveitar todo o potencial dessas tecnologias emergentes.”

Ranking das indústrias em risco devido à IA

Fonte: Swiss Re Institute

Acesse o estudo completo em inglês, “Tech-tnic shifts: How AI could change industry risk landscapes”, neste link.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *